quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Amizades, Amigos, Vida.

Olá! Uns dias sem postar, um post quase finalizado, mas prefiro postar isso aqui antes.
o que vem é a música de Raul, postada no flog há umas semanas, prometida para o Blog. Antes ainda, também, do post em pedido da Fabi, sobre Dom Quixote.

Falemos, então, sobre esse fim de semana. Fiz algumas anotações na minha agenda, não só sobre o tema, mas também algumas considerações pessoais sobre minha vida, sobre alguns amigos que estavam por lá. Mais uma vez, a agenda serve de diário pra mim, para guardar meus pensamentos e, creio eu, é ótimo isso, pois posso posteriormente explicar como me senti em dado momento de minha vida. Por isso, postarei aqui algumas palavras riscadas nas folhas brancas adquiridas na loja de uma amiga. Claro, explicarei como foi o fds... ^^

Sábado, 11h, saímos de CM, minha irmã, Juliano, Renan e eu. Na chegada, o reencontro com vários amigos nos deixam felizes como raramente ficamos. Raíssa, Angela, Deborah, Verena, Vinícius, Joana, Jéssicka, Rafael Sena, Rafael Dib, Ana Flávia, Hugo... Cada um representa um momento, uma data, um sorriso. Talvez não seja com todos, mas aqui encontro meu porto seguro. Em cada um vejo um brilho, um sorriso, um olhar e pra cada um existe um sentimento.

Amanda, Raíssa e Joana

O Espiritismo, por si só, é também a origem de minha felicidade, pela Religião, pela Filosofia e pela Ciência.

Eu e Angela, maninha

Pessoas a quem não damos, muitas vezes, crédito, também nos surpreendem. Meu amigo Juliano, aqui de CM, disse, logo após assistirmos ao filme "O Som do Coração": "A música nos acompanha aonde quer que a gente vá, de qualquer jeito."

Sinceramente, não sei o que isso representa a vocês, mas pra mim, teve um contexto tão profundo que chega a ser inexplicável. Apenas sinto que a música está impressa em minha alma, que eu posso senti-la quando desejar e vivo com ela sempre, mesmo quando não a ouço. E quando não há música em meus ouvidos nem em meu pensamento, ela ainda assim existe, mesmo que não a ouça, como Evan Taylor (personagem principal) ouvia.

Estudamos nos 3 dias sobre as virtudes. Claro, não todas, mas as mais fáceis de alcançarmos, talvez. Perseverança, disciplina, abnegação, devotamento, humildade e tolerância - todas essas certamente desenvolvidas através das amizades, em um primeiro momento, na sua forma mais primitiva, para que depois, cresça e nos faça grandes. Mas, nesse crescimento, também aprendemos outras coisas, como desenvolver o Amor, por exemplo. Também a flexibilidade, pois devemos ser como o bambu chinês.

Essa espécie de bambu cresce cerca de 25cm por ano e em alguns anos, imagina-se, atinge um tamanho incrível. Para manter-se nas alturas, é necessário que se possua muitas fibras. Porém, é também necessário muita flexibilidade para poder curvar-se até o chão, impedindo que se quebre facilmente.

Assim o homem, que com muita fibra chega ao topo do mundo, mas sem flexibilidade (humildade) não pode curvar-se aos pés de seus semelhantes, quebrando-se facilmente. Simples, não?

Duas pessoas, em particular, a Srta. D e a Srta. R, me fazem sentir uma sensação de segurança e bem-estar tão grandes quando me encontro em sua presença que acredito ser nossa amizade de outros tempos. Sim, muito anteriores a 1988. Até mesmo porque elas nasceram em '89 e '91, respectivamente. Em cada encontro, em cada prévia, sempre estamos juntos, sempre com os mesmos risos, com a mesma alegria e espontaneidade. =)

Deborah e Raíssa, duas amigas incomparáveis.

Concluindo, repito minhas palavras do dia 23. Os amigos são como a uva e, a vida, o vinho. Este não pode existir em sua mais pura concepção senão com aquela.
Vinhos podem existir outros tantos, mas nenhum tão saboroso quanto o de uva.
A vida sem amigos pode ter várias características, mesmo algumas bastante agradáveis. Porém, nem comparáveis ao prazer da certeza de ter pessoas tão valiosas em nosso pensamento.
Esse Enjuvesp me fez perceber muitas coisas, mas principalmente o valor das amizades em minha vida. Sim, amizades, pois algumas pessoas, com quem não falava há meses, despertaram os mesmo sentimentos e prazeres de outros tempos. Sou muito grato a Jesus por tudo o que aprendi e por tudo o que senti, obrigado amigos invisíveis!

Destaco essas pessoas para esse dia: Deborah, Raíssa, Geruza (mãe da Deh e da Juh, que foi coordenadora do nosso grupo), Bernadete (outra coordenadora), Joana (TOP filha da Bernadete), Ana Flávia e Rafa Dib (Casal 20), Gustavo (namorado da Raíssa), Glauciane e Cris (vovó Pucca).

Amigos, vocês são tudo pra mim!

Ultra beijo pra todos!



P.S.: Como não me passaram as fotos novas usei as de 2008 mesmo. ^^
Postar um comentário